2 Mentiras Sinceras

por Israel.França

Lembra a primeira vez que nos vimos? Você toda desconcertada com aquelas sacolas na mão; eu nunca lhe contei, mas eu estava muito mais nervoso do que você. Nos olhamos por longos minutos antes de procurarmos inventar desculpas por estarmos ali. Você gaguejou um pouco quando me perguntou se eu sabia onde ficava o banheiro; era a minha mesma pergunta. Estávamos loucos um pelo outro e não fomos bons atores naquele dia. Aliás, nunca fomos.

Nossa como eu te amo, e faria tudo para protegê-la. E quero que saiba que as coisas erradas que fiz foi porque sempre te amei. E existe o momento certo de revelar certas coisas. 

Eu tinha prometido nunca mais me casar antes de conhecê-la, tinha acabado de sair de uma decepção. Nossa como eu fui tolo! Onde eu estava com a cabeça quando pedi para você arrumar as suas malas naquele dia? Você havia me chingado de todos os nomes, antes de me dar um tapa na minha cara. Você pensou que eu tinha te traido. E eu ouvi com indignação todas aquelas palavras. Eu me ajoelhei aos seus pés, me sentindo o ser mais imundo de todos. Mas minhas lágrimas não serviram de vingança para você. Você quis investigar isso.

Depois que você percebeu que tinha errado, você me aceitou de volta em sua casa;  eu, ainda estava triste,  aceitei você novamente em meu coração.

Olha só a verdade. Eu tinha te traído sim. Menti como nunca havia mentido. E mentiras também é traição. Todos sabiam daquela festa que eu iria dar, menos você. Era para ser uma surpresa daquelas, afinal de contas, um ano de namoro significava muito para nós dois. Mas qual homem é capaz de enganá-la sem sair perdendo? Você descobriu fácil e eu nada pude dizer.

Nos beijamos loucamente no dia seguinte como nunca havíamos feito. Suas lágrimas molhou todo o meu rosto. A cada beijo, a cada toque,nos arrependíamos e nos perdoávamos em nosso templo sagrado: o nosso querido quarto. Mas aprendemos a não esquecer (de vez em quando) o quanto nos gostamos. "Me aguarde da próxima", prometi para mim mesmo em pensamento.

"Devemos sim namorar como se fosse o primeiro e último dia. Por que tanta gente esquece o amor do primeiro encontro? Deixam esquecido naquele momento, como se fosse algo sem importância. Mas foi esse momento especial que nos uniu", você disse. "Será que ninguém sabe que o amor é como uma criança que nunca vai crescer e que precisa de cuidados constantes? Somos os pais desse lindo amor, apesar de ser ele quem manda", completei.

Agora, ouvindo você me dizer essas coisas, me fez recordar o nosso primeiro encontro. Você ali, parada, me esperando passar. Já havia me visto. Nossa! Não posso acreditar nisso. Mentimos um para o outro desde aquele dia. Eu nunca havia lhe visto por ai. Mas você sabia que no momento em que eu passasse eu receberia aquele olhar fulminante. Você armou tudo, mas de certa forma, estragamos toda a cena. Nunca fomos bons atores.

Feliz Dias dos Namorados

preserve os direitos do autor
_______________________________
para mais informações entre em contato

2 Respostas para "Mentiras Sinceras"

  1. Bárbara 12 de junho de 2010 18:56
    Muito lindo o texto... adoorei *perfeito..
  2. Sumie 14 de junho de 2010 21:56
    Israel texto excelente.
    Depois de um tempo as pessoas se acomodam mesmo e esquecem que o amor precisa sempre,ser cultivado,regado e cuidado para não morrer.
    Bjs!

Postar um comentário

Escreva para o Além da Literatura. Contribua com o seu talento. Entre em contato para maiores informações.